quinta-feira, 19 de julho de 2018

Filosofia no Cinema - 2ª edição




Apresentação

Por muitos séculos os questionamentos filosóficos da humanidade ficaram restritos às discussões acadêmicas e às páginas dos livros. Há pouco mais de 100 anos surgiu uma nova forma de arte - o Cinema – que popularizou os conceitos básicos da Filosofia e convidou o público a articular seus próprios questionamentos filosóficos através da linguagem audiovisual acessível às massas.


Alguns questionamentos levantados pela Filosofia são universais e, portanto, são objeto de preocupação e reflexão para qualquer pessoa, podendo desta forma ser abordados por diversos pontos de vistas em filmes que não se pretendem reflexivos. Entretanto, a Filosofia como disciplina tem produzido conceitos e teorias capazes de nos fazer compreender de forma múltipla e plural tais questionamentos, de modo que a ideia fundamental deste curso é oferecer ao participante conceitos filosóficos que o possibilitem enxergar o Cinema com um outro olhar.


Proposta

O Curso Grandes Temas da Filosofia no Cinema - 2ª edição, ministrado por Rafael Alves de Oliveira, não terá como objetivo produzir uma crítica cinematográfica. A atividade foi estruturada para proporcionar aos participantes um contato inicial com grandes conceitos da Filosofia, tendo o Cinema como elemento mediador. Para tanto, o curso terá como metodologia o debate, a provocação filosófica e o estímulo à reflexão crítica.

Publico alvo
Atividade aberta a todos os interessados. Não é necessário nenhum conhecimento prévio em Filosofia ou Cinema para acompanhar o conteúdo do curso.

Conteúdos

O curso terá como objeto de análise e reflexão os seguintes filmes:



CLUBE DA LUTA (EUA, 1999). Direção: David Fincher.
Temas abordados: As três transformações do espírito; transvaliação dos valores morais.
Pauta: Estabelecer uma conexão entre os conceitos desenvolvidos por Nietzsche e com isto produzir uma reflexão sobre a relação entre nossos hábitos sociais, valores morais e os processos envolvidos no desenvolvimento de ambos.


A DESCOBERTA (EUA, 2017). Direção: Charlie McDowell.
Temas abordados: Absurdo e suicídio.
Pauta: Compreender como estes conceitos permeiam o filme e tensioná-los através da abordagem produzida por Albert Camus dos conceitos trabalhados. Provocar a reflexão principalmente sobre a questão do suicídio.



OLD BOY (KOR, 2003). Direção: Park Chan-wook.
Temas abordados: Absurdo e liberdade.
Pauta: Compreender como estes conceitos permeiam o filme e tensioná-los através da abordagem produzida Jean Paul Sartre. Provocar reflexão sobre a liberdade e os diversos tipos de amor.



TROPA DE ELITE 2 (BRA, 2010). Direção: José Padilha
Temas abordados: Estruturas de poder e violência.
Pauta: Promover uma discussão sobre as concepções de poder presentes no pensamento de Jürgen Habermas, Hannah Arendt e Michel Foucault. Os participantes serão instigados a refletir sobre a atual situação política de nosso país a partir de alguma dessas concepções.



UMA OUTRA HISTÓRIA AMERICANA (EUA, 1998), Direção: Tony Kaye
Temas abordados: Estruturas de poder e violência.
Pauta: Promover uma discussão sobre as concepções de poder presentes no pensamento de Jürgen Habermas, Hannah Arendt e Michel Foucault. Os participantes serão instigados a refletir questões relacionadas ao fascismo, nazismo e totalitarismo.



CAPITÃO FANTÁSTICO (EUA 2016). Direção: Matt Ross.
Temas abordados: Desobediência civil e autossuficiência.
Pauta: Compreender como Henry David Thoureau se apropriava destes conceitos em sua vida cotidiana e refletir a respeito das reais possibilidades de seus usos nos dias de hoje.


Ministrante: Rafael Alves de Oliveira
Professor de Filosofia e mestrando em Filosofia pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Editor do blog "Cinesofia" que aborda o Cinema e a Filosofia fazendo conexões e leituras interligando temas diversos como ética, violência, cultura, quadrinhos e video game.



Curso
GRANDES TEMAS DA FILOSOFIA NO CINEMA
2ª edição
de Rafael Alves de Oliveira

Datas
11 e 12 de Agosto (sábado e domingo)

Horário
14h às 17h

Duração
2 encontros presenciais (6 horas / aula)

Local
Cinemateca Capitólio Petrobras
(Rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Centro Histórico - Porto Alegre - RS)

Investimento
R$ 95,00
* Desconto para pagamento por depósito bancário:
a) R$ 80,00 (primeiras 10 inscrições)
b) R$ 90,00 (demais inscrições)

Formas de pagamento
Depósito ou transferência bancária / Cartão de crédito (PagSeguro)

Material
Certificado de participação e Apostila

Informações
cineum@cineum.com.br  /  Fone: (51) 99320-2714

Realização
Cine UM Produtora Cultural

Patrocínio
Apoio
Cinemateca Capitólio Petrobras


.
.
Instruções para efetuar a inscrição

1) Preencha e envie o formulário abaixo.
2) Pagamento por Depósito ou Transferência bancária:
Após enviar o formulário você receberá as orientações.
3) Pagamento por Cartão de Crédito:
Após enviar o formulário, clique no botão do PagSeguro.
.
.



.
.
.


quarta-feira, 4 de julho de 2018

Storytelling












O que Senhor dos Anéis, Tubarão, Star Wars, Apocalypse Now, Toy StoryO Sexto Sentido e Psicose tem em comum? Além de serem obras superiores da sétima arte, todos são filmes construídos a partir de poderosas narrativas que capturam a emoção dos espectadores.


A narrativa é uma arte. Contudo, sua execução não depende apenas da inspiração e de algum dom intrínseco. A arte em sua forma plena, profissional, depende de técnica e muito trabalho. Aprendizado e entretenimento. Esse é o objetivo da narrativa. As pessoas gostam de histórias porque elas aprendem, experimentam, testam e obtém resultados sem precisar viver algo real. As pessoas gostam de histórias porque querem entretenimento. Querem torcer que o vilão seja derrotado e que o casal finalmente consiga ser feliz. E, vamos ser justos, geralmente o vilão é derrotado e o casal fica feliz. Não é? E porque essa “história” batida ainda funciona? Esta é a “mágica” que existe na técnica de contar histórias.


Storytelling, contação de histórias ou simplesmente narrativa, tem sua raiz a própria aurora do homem. A narrativa rendeu ao ser humano benefícios evolutivos de sobrevivência, conforme a teoria da Seleção Natural de Charles Darwin. É a partir desse conceito que entendemos a importância e onipresença da narrativa na história humana. Conforme esta teoria, sobrevive o indivíduo mais apto. Aquele que melhor se adapta ao seu ambiente e tira proveito dele. E a narrativa, que advém de um cérebro capaz de criar projeções, fantasias, previsões, é uma das ferramentas mais importantes que o Homo sapiens tem ao seu dispor.


Objetivos

O curso Storytelling: Os fundamentos da narrativa, ministrado por Cris Derois, vai analisar e discutir as bases conceituais da narrativa, buscando identificar as ferramentas e as técnicas aplicadas em linguagens tão distintas como o cinema, a literatura, a publicidade e as histórias em quadrinhos.
 Público alvo

O curso, aberto ao público geral interessado no tema, tem como público alvo os cinéfilos, filmakers, roteiristas, escritores, leitores e publicitários. Não é necessário nenhum pré-requisito de formação e/ou atuação profissional.



Temas / Conteúdos das aulas

- Storytelling a partir da neurociência: razão e emoção.
- Aprender o que a audiência quer, e como quer.
- As bases da narração de histórias, independente da linguagem (escrita, falada, cinema).
- Os fundamentos básicos da construção de histórias: enredo, personagem, ponto de vista e mensagem.
- A narrativa: como construir histórias a partir da análise da estrutura.
- Técnicas narrativas para potencializar a história. Pontos de virada, ironia dramática, metáforas e subtexto.
- Storytelling no marketing e publicidade.



Ministrante: Cris Derois
Roteirista, diretor de cena e escritor. Trabalha com roteiro e direção em documentários, filmes empresariais, institucionais e clipes musicais. Foi colaborador do site "Vida de escritor". Atua com o audiovisual desde 2007, ministrando cursos e palestras sobre edição de vídeo, montagem, storytelling e narrativa. Pesquisa e aplica os conceitos da Genética do Comportamento em seus trabalhos sobre comunicação humana.




Curso
STORYTELLING:
OS FUNDAMENTOS DA NARRATIVA
de Cris Derois

Datas
28 e 29 de Julho (sábado e domingo)

Horário
14h às 17h

Duração
2 encontros presenciais (6 horas / aula)

Local
Cinemateca Capitólio Petrobras
(Rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Centro Histórico - Porto Alegre - RS)

Investimento
R$ 95,00
* Desconto para pagamento por depósito bancário:
a) R$ 80,00 (primeiras 10 inscrições) * Valor promocional esgotado
b) R$ 90,00 (demais inscrições)

Formas de pagamento
Depósito ou transferência bancária / Cartão de crédito (PagSeguro)

Material
Certificado de participação e Apostila

Informações
cineum@cineum.com.br  /  Fone: (51) 99320-2714

Realização
Cine UM Produtora Cultural

Patrocínio

Apoio
Cinemateca Capitólio Petrobras


.
.
Instruções para efetuar a inscrição

1) Preencha e envie o formulário abaixo.
2) Pagamento por Depósito ou Transferência bancária:
Após enviar o formulário você receberá as orientações.
3) Pagamento por Cartão de Crédito:
Após enviar o formulário, clique no botão do PagSeguro.
.
.





.
.
.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Construção do personagem










No final do século 19, na Rússia, surgia um ator e grande entusiasta da arte da representação, que não estava satisfeito com a forma melodramática de declamação do teatro da época. Apenas poucos atores chamados "gênios" conseguiam verdadeiramente uma atuação realista, que convencesse em cena. Inconformado, este ator passou a sistematizar o trabalho dos artistas que admirava, negando toda forma de inspiração ou talento, e partindo de pressupostos técnicos e sistemáticos. Este era Constantin Stanislavski, pai da pedagogia do ator, e criador do mais conhecido e importante estudo de interpretação, o chamado Sistema Stanislavski.


Os estudos de Stanislavski se popularizaram no mundo inteiro ao longo do século 20 e chegaram à Hollywood em meados de 1930, pelas mãos de Elia Kazan. Em parceria com alguns nomes do teatro e do cinema norte-americano, Kazan fundaria o Actor's Studio. Lee Strasberg, a partir de 1950, no comando do Studio, foi um dos grandes responsáveis pela popularização do Sistema Stanislavski, que a partir da visão estadunidense, ganhou status de "método", ou melhor ainda, "O Método". 

Técnicas de submersão no personagem e alta dosagem nas emoções popularizaram atores como James Dean, Marilyn Monroe e Marlon Brando, entre muitos outros. Entretanto, como poderíamos entender o Método à luz de nossas experiências práticas? O que Stanislavski tinha como objetivo com a sistematização e sua busca pela verdade cênica? Será que Lee Strasberg e Hollywood de fato continuaram a pesquisa de seu sistema?


 Objetivos

O curso Construção do Personagem: Uma abordagem sobre a interpretação, ministrado por Juliano Rabello, tem o objetivo fornecer elementos teóricos e reflexivos que ofereçam respostas às questões fundamentais: Como construir um personagem? Como dirigir uma interpretação cênica? Baseado em experiências práticas do ministrante e de caminhos traçados por grandes atores e atrizes, o curso oferecerá aos participantes - sejam eles atores, roteiristas ou diretores - ferramentas efetivas para seus projetos cinematográficos.


Público alvo
O curso é aberto ao público em geral.
Não é necessário nenhum pré-requisito de formação e/ou atuação profissional para participar deste curso.
Trata-se de uma atividade de caráter teórico.


Conteúdos

Aula 1

- A revolução de Stanislavski para o trabalho do ator.
- A americanização do Sistema Stanislavski.
- A construção de uma Ação Real.

 


Aula 2

- O superobjetivo e a linha direta de ações.
- Uso das lembranças do ator na construção de um personagem.
- Fisicalização, o trabalho dos atores "camaleões".
  


Ministrante Juliano Rabello
Ator, diretor e professor de teatro, coaching de atores e coordenador da Efêmeros Escola de Arte. Dirigiu o espetáculo “O Anexo Secreto”, adaptação do livro Diário de Anne Frank. É preparador de elenco da Painel Publicidade e ator da Cia. Fasta. Atualmente remonta de maneira prática todos os elementos do sistema de Stanislavski e participa da elaboração do musical "Vamos Fazer um Filme?". É diretor e preparador de elenco da peça “A Gaivota”, de Anton Tchekov.


Curso
CONSTRUÇÃO DO PERSONAGEM:
UMA ABORDAGEM SOBRE A INTERPRETAÇÃO
de Juliano Rabello

Datas
07 e 08 de Julho (sábado e domingo)

Horário
14h às 17h

Duração
2 encontros presenciais (6 horas / aula)

Local
Cinemateca Capitólio Petrobras
(Rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Centro Histórico - Porto Alegre - RS)

Investimento
R$ 95,00
* Desconto para pagamento por depósito bancário:
a) R$ 80,00 *valor promocional esgotado
b) R$ 90,00 (demais inscrições)

Formas de pagamento
Depósito ou transferência bancária / Cartão de crédito (PagSeguro)

Material
Certificado de participação e Apostila

Informações
cineum@cineum.com.br  /  Fone: (51) 99320-2714

Realização
Cine UM Produtora Cultural

Patrocínio

Apoio
Cinemateca Capitólio Petrobras




.
.
Instruções para efetuar a inscrição

1) Preencha e envie o formulário abaixo.
2) Pagamento por Depósito ou Transferência bancária:
Após enviar o formulário você receberá as orientações.
3) Pagamento por Cartão de Crédito:
Após enviar o formulário, clique no botão do PagSeguro.
.
.



.

.
.