quinta-feira, 10 de junho de 2021

LGBTI+ Queer

 




Dissidências sexuais e de gênero nos cinemas 
latino-americanos contemporâneos

Apresentação

Desde o início do século XXI acompanhamos a emergência de novos e diversos "enquadramentos" (BUTLER, 1993/2004) das dissidências sexuais e de gênero no cinema latino-americano, que culminou com o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro para Uma Mulher Fantástica (2017), de Sebastián Lelio.


Prenunciado pelo sucesso crescente de produções latino-americanas em certames cinematográficos dedicados à diversidade sexual e de gênero, como o Teddy Award, do Festival Internacional de Berlim, que nesse período foi concedido a produções do México (2003 e 2009), Argentina (2005, 2011 e 2019), Brasil (2014 e 2018) e Chile (2017).

Tais reconfigurações narrativas e estéticas transitam do âmbito das questões e políticas identitárias ao campo do artivismo audiovisual Queer-Cuir em consonância com seus respectivos contextos - socioculturais e de produção - nacionais. No âmbito dessas perspectivas territorialmente situadas, a maioria das produções faz eco às discussões e às ações ativistas em prol de direitos civis e do enfrentamento aos preconceitos e às violências, mas também emergem questionamentos ao assimilacionismo cisheteronormativo hegemônico.


Objetivos

O Curso online O CINEMA LGBTI+ E O QUEER NA AMÉRICA LATINA, ministrado pela Drª Rosângela Fachel de Medeiros, tem a proposta de abordar e discutir essas duas perspectivas, LGBTI+ e Queer-Cuir, por meio de uma cartografia de produções cinematográficas emblemáticas na abordagem das dissidências sexual e de gênero, na região - América Latina e Caribe, buscando desvelar tanto os repertórios recorrentes quanto os insurgentes.

Conteúdos

- Contextualização territorial da cartografia fílmica e abordagem teórico-crítica.

- Reflexão acerca das noções de cinema gay, lésbico, trans* e queer/cuir.

- Países de maior produção cinematográfica regional: México, Brasil e Argentina. E mais: América Latina e Caribe.

Repertórios estético-narrativos recorrentes e insurgentes acerca das dissidências sexual e de gênero, obras e realizadores em destaque.


Filmes de referencia

Madame Satã (Brasil. 2002)

Mil Nubes de Paz Cercan el Cielo, Amor, Jamás Acabarás de Ser Amor (México, 2003)

Un Año Sin Amor (Argentina, 2005)

Rabioso Sol, Rabioso Cielo (México, 2009)

Ausente (Argentina, 2011)

Tatuagem (Brasil, 2013)

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (Brasil, 2014)

Mãe Só Há Uma (Brasil, 2016)

Antes o Tempo Não Acabava (Brasil, 2016)

Uma Mulher Fantástica (Chile, 2017)

As Boas Maneiras (Brasil, 2018)

Tinta Bruta (Brasil, 2018)

Breve História del Planeta Verde (Argentina, 2019)


Ministrante: Drª Rosângela Fachel de Medeiros

Possui graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), e mestrado e doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/CAPES). Atualmente, é professora voluntária do Mestrado em Artes Visuais da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Integra vários grupos latino-americanos de pesquisa no campo do Audiovisual.

Idealizadora e codiretora do "Festival Internacional de Videoarte SPMAV" (UFPel) e coidealizadora e codiretora da "Mostra de Cinema Latino-americano de Rio Grande" (IFRS - Campus de Rio Grande) e do "Festival Internacional de Videodança – FIVRS" (UFPel/ECARTA). Atua como colaboradora no "Fantaspoa - Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre".

Seus atuais temas de investigação e de atuação acadêmica estão relacionados às audiovisualidades latino-americanas contemporâneas, especialmente, em relação aos enquadramentos de corporalidades, sexualidades e gênero.

Curso online
O CINEMA LGBTI+ E O QUEER 
NA AMÉRICA LATINA
de Rosângela Fachel de Medeiros


Datas
26 e 27 / Junho
(sábado e domingo)

Horário
14h às 16h30

Duração
2 encontros online
(carga horária: 5 horas / aula)

Material
Certificado de participação


Investimento
R$ 85,00 (parcelado em até 12x)

..PROMOÇÃO..
Valor Especial para as primeiras 10 inscrições c/ 18% de desconto:
Apenas R$ 70,00


Informações
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 99320-2714






Realização





terça-feira, 1 de junho de 2021

Giallo


NOVAS DATAS

10 e 11 de Julho


Produto cinematográfico italiano por excelência, o Giallo viveu seu auge entre as décadas de 60 e 80. O nome vem por influência das publicações populares de suspense surgidas no final dos anos 20 – os pulps – com histórias policiais de crimes de sangue e assassinos seriais. A característica marcante destas publicações era o uso da cor amarela (“giallo” em italiano) de forma destacada nas capas.



A maioria dos filmes Giallo se assemelha nas tramas. Invariavelmente retratam um assassino que geralmente só é mostrado e descoberto no final. Durante os filmes vemos apenas suas mãos vestidas com luvas pretas de couro e uso preferencial de facas como armas dos crimes. As vítimas são principalmente as mulheres, sempre com cenas de perseguição, exposição de corpos total ou parcialmente nus e sangue, muito sangue. O Giallo, muito importante para a revitalização do gênero Terror, foi escola para vários realizadores italianos que fizeram suas estreias - e eventualmente a carreira - com este gênero cult de grande apelo popular.

A história de um dos subgêneros mais fascinantes do cinema popular da Itália começou com A Garota Que Sabia Demais (1963), de Mario Bava, e se prolonga até hoje, como neo-giallo, com filmes como a produção francesa A Estranha Cor das Lágrimas do Seu Corpo (2013) dirigido pela dupla Hélène Cattet e Bruno Forzani.




Objetivos

O Curso online Giallo: suspense à italiana, ministrado por Fernando Brito, vai apresentar as origens do gênero, suas características visuais e temáticas. A partir da apreciação crítica de trechos dos gialli de grandes diretores do gênero como Mario Bava, Dario Argento, Lucio Fulci e Sergio Martino, serão analisados os principais elementos do gênero, como o voyeurismo, o ponto de vista do assassino, a transformação da morte em espetáculo estético, a exploração da violência, o barroquismo visual, as tramas mirabolantes, o psicologismo, o erotismo apelativo e a misoginia, a vitimização da mulher e a associação entre sexo e morte. Por fim, a influência do giallo na gênese do slasher norte-americano.



Conteúdos

 As raízes do giallo no krimi alemão

Mario Bava e a gênese do giallo

Os sexy gialli de Umberto Lenzi e cia.

Pelos olhos do assassino: Dario Argento

O ápice do giallo e Lucio Fulci

Sergio Martino: morbidez, erotismo e psicologia

A morte do giallo

O nascimento do slasher e neo-giallo



Ministrante: Fernando Brito

Doutor em Literatura Inglesa pela Universidade de São Paulo, com especialização em romance gótico. Pesquisador e crítico de cinema, tendo colaborado ao longo de sua carreira com diversas publicações, como a Sci-Fi News Cinema e o Jornal do Vídeo.

Desde 2002, trabalha como curador na Versátil Home Video, onde idealizou e supervisionou o lançamento de muitos clássicos Giallo e vários títulos da filmografia de Mario Bava em DVD.



Curso online
GIALLO: SUSPENSE À ITALIANA
de Fernando Brito


Datas
10 e 11 / Julho
(sábado e domingo)

Horário
14h às 16h30

Duração
2 encontros online
(carga horária: 5 horas / aula)

Material
Certificado de participação


Investimento
R$ 85,00 (parcelado em até 12x)

..PROMOÇÃO..
Valor Especial para as primeiras 10 inscrições c/ 18% de desconto:
Apenas R$ 70,00
*** Esgotado ***


Informações
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 99320-2714






Realização




terça-feira, 11 de maio de 2021

Alfred Hitchcock





Apresentação

Sir Alfred Joseph Hitchcock (Londres, 13 de agosto de 1899 — Los Angeles, 29 de abril de 1980), diretor e produtor cinematográfico britânico, é amplamente considerado um dos mais reverenciados e influentes cineastas de todos os tempos, Hitchcock foi eleito pelo The Telegraph o maior diretor da história da Grã-Bretanha e pela Entertainment Weekly, o maior do cinema mundial. Conhecido como o "Mestre do Suspense", dirigiu 53 longas-metragens ao longo de seis décadas de carreira. Tornou-se também famoso por conta de diversas entrevistas, das frequentes aparições em seus filmes e da apresentação do programa da TV Alfred Hitchcock Presents (1955 - 1965).



Alfred Hitchcock é certamente o mais popular diretor de toda a história do cinema. Seu perfil característico é reconhecido até mesmo por aqueles que jamais viram seus filmes, da mesma maneira que o mais casual dos cinéfilos é capaz de citar alguma cena memorável de um filme de Hitchcock, mesmo que nem o tenha assistido. Este é o poder inigualável da obra do realizador.

Objetivos

O trabalho do realizador inglês é o tema do Curso online ALFRED HITCHCOCK: A ARTE DE UM MESTRE, ministrado pelo jornalista, escritor e crítico de cinema CARLOS PRIMATI, que fará uma revisão de sua carreira e seus filmes, que serão analisadas a partir de seu pleno domínio da técnica cinematográfica e da linguagem narrativa, exemplos máximos do cinema clássico.



Conteúdos

Aula 1 (29/Maio)

1.1 – Resumo da carreira do diretor, seu pioneirismo na Inglaterra e a consagração em Hollywood. A técnica da montagem; noções de suspense, choque e horror. A evolução do conceito de “cinema de autor” e o papel do produtor na independência artística do cineasta. A integridade narrativa como chave interpretativa da obra de Hitchcock.


Aula 2 (30/Maio)

2.1 – A influência do teatro e as metáforas de interpretação dentro e fora do filme. A técnica do cineasta na criação da motivação dos personagens, a elaboração meticulosa do filme através de storyboards e croquis. A manipulação de olhares e o cinema como ferramenta voyeur. Medo, neuroses, culpa, pecado e castigo nos filmes do diretor.

2.2 – A personalidade dividida e a duplicidade de personagens como representações do Bem e do Mal. Fatalidade, humor, ironia e pessimismo como temas recorrentes nos finais de seus filmes. O uso do trem e de cenários turísticos na narrativa. A moda no cinema hitchcockiano e o uso dos figurinos como simbolismo de estados de espírito.



Aula 3 (05/Junho)

3.1 – A transferência da culpa e noções gerais do anti-herói hitchcockiano. A mulher nos filmes do cineasta: a loira frígida, a mulher indomável, inatingível; a mulher moderna, sexualmente agressiva e protagonista. Gastronomia como tema hitchcockiano e a degustação do crime. A privação da liberdade e a simbologia das algemas.

3.2 – A figura da mãe dominadora e opressora nos filmes do cineasta. A desestruturação familiar e a composição incomum de casais e famílias no universo de diretor.


Aula 4 (06/Junho)

4.1 – O uso sutil da metalinguagem e o fascínio pelo cinema em filmes sobre filmes: uma revisão de A Janela Indiscreta e Um Corpo Que Cai como espelhos e reflexões sobre a criação cinematográfica e seus efeitos emocionais.

4.2 – Hitchcock, mestre da autopromoção. O respeito como autor e o êxito comercial se combinam no cineasta absoluto. Estratégias de divulgação e produtos com sua marca.



Ministrante: Carlos Primati

Jornalista, crítico, historiador e pesquisador dedicado ao cinema de horror mundial e brasileiro. Publicou artigos em livros sobre a obra do cineasta José Mojica Marins e sobre o Horror no cinema brasileiro. Colaborou no livro "Maldito", de André Barcinski e Ivan Finotti, e coproduziu a Coleção "Zé do Caixão" em DVD. Pesquisador da obra de Alfred Hitchcock com inúmeros textos, artigos e análises publicadas sobre o realizador inglês.

Colaborou com as edições especiais "O Livro do Horror" (Herói); "Super Livro dos Filmes de Ficção Científica" (Superinteressante) e "A História do Rock" (Bizz). Criou e editou a revista "Cine Monstro", o livro "Voivode: Estudos Sobre os Vampiros" e escreveu o volume sobre "Séries de TV" da Coleção "100 Respostas" (Mundo Estranho).

Já ministrou para a Cine UM os cursos "História do Cinema de Horror"; "Zé do Caixão: 50 Anos de Terror"; "Expressionismo Alemão: Uma Sinfonia de Luzes e Sombras"; "Ficção Científica dos Anos 50", "Horror no Cinema Brasileiro” e “Horror Britânico: Uma Orgia de Sangue e Pavor”.


Curso online
ALFRED HITCHCOCK
A ARTE DE UM MESTRE
de Carlos Primati


Datas
29 e 30 / Maio, 05 e 06 / Junho
(sábados e domingos)

Horário
14h às 16h30

Duração
4 encontros online
(carga horária: 10 horas / aula)

Material
Certificado de participação
Apostila

Investimento
R$ 100,00 (parcelado em até 12x)

..PROMOÇÃO..
Valor Especial para as primeiras 10 inscrições: R$ 80,00
*** Esgotado ***


Informações
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 99320-2714






Realização

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Concurso Audiovisual Coreano - Edital

 




EDITAL

CONCURSO NACIONAL DE AUDIOVISUAL COREANO

O Concurso Nacional de Audiovisual Coreano é uma realização da Cine UM, com organização e curadoria de Josmar Reyes e parceria da Embaixada da República da Coreia do Sul em Brasília.

Tem o propósito de divulgar e promover o audiovisual coreano (Filmes e KDrama) através da criação de produto audiovisual, conforme o regulamento a seguir.

 

1. DAS CONDIÇÕES GERAIS

1.1. A inscrição, em qualquer categoria, é GRATUITA;

1.2. Poderão se inscrever para a seletiva nacional online residentes de todas as unidades federativas do Brasil, ficando vetada a dupla inscrição no concurso;

1.3. É vetada ainda a participação de membros da organização e da Embaixada da República da Coreia, bem como seus familiares;

1.4. O concurso tem caráter lúdico e é direcionado, inclusive, a públicos diversos. Estabelece-se como idade mínima de participação no festival, a idade de 18 anos, não havendo, entretanto, limite máximo de idade para a participação do concurso;

1.5. O concurso será dividido em duas categorias: vídeos de estudantes e vídeos de não-estudantes; os proponentes, portanto, concorrem, em uma dessas duas categorias. Os estudantes devem comprovar seu status de estudante através de documento comprobatório. Haverá igualmente um Prêmio do Público e menções honrosas. O Prêmio do Público será decernido no dia da premiação entre os vídeos pré-selecionados para a final da premiação;

1.6. Cada concorrente pode se inscrever uma única vez, de modo solo em uma categoria. O não cumprimento deste item acarretará em desclassificação.

 

2. DAS ETAPAS

2.1. O concurso será dividido em duas etapas:

1ª etapa: envio dos vídeos para a comissão organizadora para avaliação prévio dos mesmos pela comissão avaliadora;

2ª etapa: Premiação online;

2.2. A organização e execução das etapas listadas neste edital serão de responsabilidade da Embaixada da República da Coreia;

2.3. Os critérios de avaliação para a Premiação na 2ª etapa são estabelecidos pela Comissão organizadora e avaliadora;

2.4. Os finalistas serão anunciados alguns dias antes da Premiação;

2.4. A organização do evento se reserva o direito de efetuar qualquer alteração nas datas estipuladas, caso ocorra alguma circunstância que fuja do domínio da produção do evento.

 

3. DA INSCRIÇÃO

3.1. Início do período de inscrições: 19 de abril de 2021;

3.2. Término das inscrições: 21de maio de 2021, às 23h59 (horário de Brasília);

3.3. A inscrição será feita através do envio de vídeo em ratio 16:9, com resolução mínima a partir de 720p, gravado na horizontal, com formato em .MP4;

3.4. O vídeo de inscrição deve ser gravado exclusivamente para o concurso, sendo vetada divulgação de modo público em plataformas e redes sociais, antes, durante ou depois da realização do concurso, por parte do concorrente. O vídeo deve ser hospedado no Google Drive;

3.5. O vídeo deve ter a duração entre 2 a 6 minutos e dever fazer referência (paródia, pastiche, imitação, menção, releitura) a um dos 5 filmes e 5 kdrama aqui relacionados. As  cenas de filmes ( Certo Agora, Errado Antes de Hong Sang-Soo, Parasita de Bong Joon-Ho, Old Boy de Park Chang-Wook, Em Chamas de Lee Chang-dong e Minari de Lee Isaac-Chung) estão aqui relacionadas (arquivo anexo). Se houver a opção do kdrama, a cena escolhida de um dos kdrama sugeridos (My Love from the Stars, Descendants of the Sun, Goblin, Sky Castle e Crash Landing on you) deve ser anexado ao vídeo do candidato, ou seja, para quem optar por uma cena de kdrama, deve enviar o seu vídeo e a cena do kdrama escolhido conjuntamente. O áudio pode ser em português ou em coreano (neste caso o vídeo precisa ser legendado em português). É obrigatório a referência da cena escolhida do filme/kdrama no vídeo. É vetado o recurso do yellow face;

3.6. O concorrente deve ser o diretor do vídeo. O vídeo pode ser realizado por uma equipe (produção, edição, direção de arte, atores etc.), mas o concorrente será unicamente o diretor.

3.7. Caso qualquer participante inscrito deseje em qualquer tempo cancelar sua inscrição, caberá ao mesmo informar à Comissão organizadora do evento em tempo hábil.

3.8. Os concorrentes deverão enviar um e-mail para  audiovisualcoreano@cineum.com.br com o assunto “INSCRIÇÃO CONCURSO ESTUDANTE”, para aqueles que pretendem concorrer na categoria estudante, ou “INSCRIÇÃO CONCURSO– NÃO ESTUDANTE”, para aqueles que pretendem correr na categoria não estudante:

Categoria (estudante – não-estudante):

Nome do participante:

Cidade/Estado:

Nome completo e RG (do concorrente):

Título do vídeo:

Referência de cena de filme/kdrama:

Vídeo: (link do vídeo de inscrição hospedado na plataforma de compartilhamento Google Drive, com acesso concedido ao e-mail: audiovisualcoreano@cineum.com.br)

Não serão aceitas inscrições fora do prazo ou que não atendam a todos os requisitos mencionados;

3.9. Todos os participantes, no ato da inscrição, cedem à organização do evento todos os direitos de uso e exploração da imagem dos vídeos, sem nenhum tipo de compensação financeira;

3.10. O endereço de e-mail destinado ao envio das inscrições será o mesmo ao qual a organização divulgará demais informações relativas à competição.

 

4. DA COMISSÃO AVALIADORA

4.1. A comissão avaliadora julgará os vídeos a partir da data de término das inscrições;

4.2. A comissão será integrada por profissionais da área audiovisual de nacionalidade brasileira e/ou coreana e será composta de 3(três) membros para que não haja empate;

4.3. a comissão avaliadora é soberana e irrevogável em suas decisões, não cabendo recurso.

 

5. DA PREMIAÇÃO ONLINE

5.1.  A final será realizada online, através de streaming, com data prevista para 09 de julho de 2021.

5.2. A participação dos concorrentes na premiação online via streaming será obrigatória.

 

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

6.1. Abordagem, criatividade e originalidade da proposta;

6.2. A abordagem ou tema da obra audiovisual tem relação direta e explícita com a cena escolhida de um filme ou kdrama coreano.


7. DOS PRÊMIOS

7.1. A organizadora, em parceria com a Embaixada, fará a premiação dos colocados nas duas categorias, para o Prêmio do Público, assim como para as menções honrosas com artigos coreanos, além de um certificado. 


8. DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS

8.1. A comissão organizadora do evento se coloca à disposição para auxiliar os candidatos ao concurso com informações e dúvidas, através de e-mail, por meio do assunto: Informação e dúvidas: Festival.

8.2. Os participantes que desrespeitarem as normas deste edital ou não cumprirem com os devidos itens, poderão sofrer penalidades que serão aplicadas a qualquer um dos envolvidos, uma vez avaliadas pela comissão organizadora, cabendo desclassificação;

8.3. Este concurso endossa a importância de seguir as normas de segurança e saúde quanto aos distanciamento social e medidas de higiene para o combate à Covid19. O não cumprimento deste item acarretará imediata desclassificação.


CONTATO E INFORMAÇÕES

E-mail: audiovisualcoreano@cineum.com.br

Facebook: Embaixada da Coreia e Cine UM

Instagram:  Embaixada da Coreia e Cine UM

A Embaixada da República da Coreia e a comissão organizadora agradecem a participação de todas e todos.

 


CENAS DOS FILMES ESCOLHIDOS

https://drive.google.com/drive/folders/1MEl-z4JGk2ivTBo6ifhDJ3e7-LKuKpy_?usp=sharing





quarta-feira, 28 de abril de 2021

Cinema Coreano




Apresentação

O cinema sul-coreano é muito dinâmico. É um dos poucos cinemas nacionais a competir em seu próprio território com o cinema norte-americano. Várias escolas coexistem no cinema produzido na Coréia do Sul. No entanto, ao lado da tradição dos filmes clássicos, que são baseados nas tradições e  na cultura coreana, surgiu, nas últimas décadas, uma nova onda de jovens diretores que é mais identificada com o mundo moderno. A chamada nouvelle vague coreana chegava para renovar e potencializar uma das cinematografias mais estimulantes do cinema mundial.


Se a maioria da produção cinematográfica da península historicamente era destinada a um público de adolescentes, temos hoje uma variedade de filmes com temáticas alternativas, abordagens ousadas e estética refinada, destinados a captar o interesse de um público diversificado. Por isso, é compreensível que os filmes sul-coreanos tenham uma parte de importância crescente nas seleções de vários festivais internacionais.



Os coreanos conseguiram romper as barreiras geográficas. Além de conquistar o público interno (mais da metade dos filmes assistidos na Coréia do Sul são nacionais), passaram a dialogar com a audiência global. Sem mencionar a presença constante e significativa nos principais festivais internacionais de cinema. Cineastas celebrados como Park Chang-Wook; Lee Chang-Dong; Kim Ki-Duk; Kwong Tag-In e Hong Sang-Soo passaram a ser premiados e reconhecidos a partir de certames de prestígio como Veneza; Cannes; Berlim e Nova Iorque, além de Bong Joon-Ho, que com "Parasita" se tornou fenômeno mundial após a Palma de Ouro em Cannes e as premiações do Oscar, inclusive como Melhor Filme.


Objetivos

O Curso online Nouvelle Vague do Cinema Coreano, ministrado por Josmar Reyes, pretende abordar o cinema contemporâneo coreano, dando ênfase aos principais cineastas e suas filmografias. Vai percorrer a história de formação e consolidação do cinema produzido na Coréia do Sul, até o surgimento da nova geração de realizadores contemporâneos, expoentes do novo cinema coreano. O contexto histórico, político e social serão analisados para explicar esta cinematografia vigorosa que conquista atenção e interesse dentro e fora de suas fronteiras nacionais.


Público alvo
Esta atividade é aberta a todos os interessados. Não é necessário nenhum pré-requisito de formação e/ou atuação profissional.



Temas

- Breve história do cinema sul coreano.
- Dos cine-dramas aos filmes de propaganda política.
- A idade do ouro e a ditadura militar.
- O cinema pós-ditadura.
- Produção local x Produção estrangeira.
- A nova geração chega ao poder.
- Blockbusters coreanos.
- Conquista do mercado internacional.
- Principais realizadores e filmes.
- Análise da filmografia dos cineastas Kim Ki-DukHong Sang-Soo
Park Chan-Wook, Lee Chang-Dong e Bong Joon-Ho.



Ministrante: Josmar Reyes
Doutor em Ciências da Comunicação, Artes do Espetáculo e Novas Tecnologias pela Sorbonne Nouvelle. Professor do curso de Realização Audiovisual da Unisinos e do curso de Comunicação Social da Unisc. Já ministrou os cursos "Todas as Cores de Pedro Almodóvar" e "Desconstruindo Woody Allen" pela Cine UM.



Curso online
NOUVELLE VAGUE DO CINEMA COREANO
de Josmar Reyes


Data
15 e 16 / Maio
(sábado e domingo)

Horário
14h às 16h

Duração
2 encontros online ao vivo
(carga horária: 4 horas / aula)

Material
Certificado de participação

Investimento
R$ 80,00 (parcelado em até 12x)

..PROMOÇÃO..
Valor Especial para as primeiras 10 inscrições: R$ 60,00
** Esgotado **


Informações
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 99320-2714






Realização